sábado, 15 de setembro de 2007




Sábado.

Dia dos Ipês brancos.
____________________________


MIUDEZAS


De onde brotam
os textos
que escrevo no fundo do quarto?
De onde brotam
os olhos
que surgem no escuro da noite?
De onde brota
o vento
que arrepia a pele?
De onde brotam
os sons
transmutados em uivos?
De onde brotam
estas palavras
miúdas?

3 comentários:

márcio américo disse...

Karen, tunguei este texto sobre a Coyote e colei lá no meu blog.
bejão.

márcio américo disse...

ah! consertei teu link.
bjs.

_Maga disse...

não sei onde brotam
mas quando as leio
sei onde estas palavras
tuas palavras
florecem

beijos